No Que Você Acredita?

Eu acredito que o mundo tem jeito, que é imprescindível viver aonde haja vista para o horizonte pra poder ter a noção exata do nosso tamanho – pequeno, que toda casa tem que ter um bichinho de estimação, que é com eles que se aprende a cuidar, a amar e a desapegar na hora da morte, que gente viva tem que tomar sol, que o sol é fonte de vida, de bom humor, de saúde e de beleza e quem não toma sol porque não quer vira fantasma, que a água do mar cura, lava e faz bem pra pele e pros cabelos que ficam com reflexos de sol, que bocas foram feitas para beijar, braços para abraçar, mãos para acarinhar, pernas para andar e se enroscar, cabelos para cheirar e fazer cafuné, pescoço para chupar e pés para ficarem descalços – de preferência na terra, grama ou areia, que é fora da barriga que a gente cresce, que dormir é bom, que toda casa tem que ter cor e um pouco de bagunça, que os amigos são a melhor ideia que alguém já teve, que todo mundo tem que escrever seu próprio diário com palavras, desenhos, rabiscos ou fotografias, que dá sim e é possível também, que as flores sabem ouvir, que cabeça de vento é melhor do que pé de chumbo, que os filhos não podem morrer primeiro, que in vino veritas, que banho frio evita resfriado, que lavar o rosto de manhã ajuda a sorrir, que regras não são verdades absolutas, que o tempo é relativo e a distância tem o tamanho da nossa saudade.

Eu acredito no ser humano, em pessoas que são anjos, na capacidade que o céu tem de mostrar o infinito, no vigor do alimento que tem vida – aquele que não é industrializado, nem enlatado, nem embutido, nem assassinado (tem que estar em todos os pratos, dia sim e dia também), nas letras das músicas que fazem os corações dançarem, no Bono Vox junto com o U2, em quem gosta de ficar juntinho, em quem usa saia e tem cabelo estranho, tatuagem e piercing no nariz, em quem desenha pelo corpo, na sedução das notas de um violão arranhadas por dedos espertos, em livro de papel, nas pessoas que gostam de samba, em casa mais que em apartamento, em artistas, músicos, cineastas, escritores, dançarinos, em gente que tira a roupa pra pular no rio, na DESnecessidade das coisas materiais para a felicidade, no amor e no fazer amor.

E você, no que você acredita?

Escreve aqui, agora.

 

Anúncios

Deixe aqui o seu comentário :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s