o fundo
ilustração de Tina Zani

 

tire tudo de um ser humano. tire a roupa, as máscaras, os medos, a pele. tire o corpo todo e deixe-o nu. tire também as suas necessidades fisiológicas. ou melhor, atenda-as. tire a fome, a sede, a vontade de fazer xixi e cocô. o que sobra? se o medo foi eficientemente removido, o que sobra é a poesia. lá no fundo, atrás de tudo o que a vida mundana nos impõe, existe a poesia. está em todos nós.

a poesia é a capacidade de apreciar. não só o bonito, mas o infinito. porque o bonito e o feio não existem. o bem e o mal também não, nem mesmo o bom ou mau. a poesia é um estado de graça, um estado original, que é a simples capacidade de apreciar seja lá o que for que se considere. num estado de poesia, somos capazes de contemplar de maneira que não há julgamento, nem classificação, nem, muito menos, separação. há apenas experiência, vivência, entrega pura, re-união. o estado de poesia é aquele em que tudo é uma coisa só, eu e o resto.

e o poeta é o ser que consegue exprimir a poesia ainda que tenha um corpo com pele, ossos, roupas, medos e máscaras. o poeta transita entre esses dois estados da matéria: o concreto e visível, e o sublime e indizível. é aquele que encontrou o caminho até a origem, até o fundo, o ponto em que é uno com o todo, e desenvolveu a habilidade para ir, voltar e trazer coisas de lá. mais que isso, o poeta visita a poesia e areja a humanidade com lampejos de sua essência. em suas idas e vindas, ele traz o fio com o qual tricota seus poemas. o fio é feito de lã e purpurina, morno e dourado, de maneira que derrama suas fagulhas pelo caminho.

poesia é vida, é grão de vida, e o poeta é o mago que faz a mágica e relembra os motivos de se estar vivo. refresca na alma as cicatrizes do mundo, tira o curativo e mostra o que está por baixo do ferimento.

o poeta reanima olhos esvaziados de vida, restaura corpos secos e almas esturricadas, estimula corações que tendem ao tédio. revigorante. o poeta é essencial.

Tina Zani

♥♥♥

Obrigada pela visita. Se você gosta dos meus textos, considere compartilhá-los ou adquira um livro meu 😀

Descabelando-se Entre Penteadinhos

Anúncios

Deixe aqui o seu comentário :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s