debaixo da mesa

tem um vento de vez em quando carinhando as pernas

debaixo da mesa

nesta tarde quente.

formigas carregam ovos pelo vidro

caminho concorrido para dentro da tomada.

meu corpo ainda vibra com o repente de tamanha consciência.

tijolada.

as dificuldades que o passar dos anos presenteia.

não era assim.

 

a pele toda pinica.

 

Tina Zani

Anúncios

Deixe aqui o seu comentário :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s