vinho

eu. só eu. eu e eu e o vinho. momento de volatilizar bordô. violeta, cor de maravilha. é hora de levantar, de levitar de me saudar a vida o amor o calorzinho quente que desliza em minhas veias, sob a pele, por entre os pelos cabelos e capilares. esse é o memento. o instante vivo, vermelho vivo e líquido, do vinho. esse é o momento. e eu podia ter sorrido em retorno. devia ter sorrido.

Tina Zani

Deixe aqui o seu comentário :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s