o único lugar que te conheço

chego em casa

e você com a mesma cara (de bosta).

pergunto como foi seu dia

e você com a mesma resposta (de merda).

nada nunca está bom

ninguém nunca (te) satisfaz

a vida é um peso nas (suas) costas

você empurra (a gente) (pra longe) com a barriga

como fardos que tem que arrastar.

seu olhar está opaco

perdeu o brilho que iluminava a rua.

em torno dos olhos, dois círculos escuros

profundos.

seu sorriso

antes fácil e sincero

agora é raro e irônico

sarcástico (sempre nervoso).

quando você fala

o gosto é azedo

mal consigo olhar para você.

tenho raiva

me afasto

tenho pena.

 

de manhã

de manhãzinha

é o único lugar que te (re)conheço.

 

Tina Zani

Anúncios

ar seco narinas secas garganta seca seca a roupa no varal seco o sol que não esquenta pele fria pé descalço tosse espirro outono silêncio

folhas secas céu azul claridade
meus olhos lacrimejantes e eu
fim de março

me visto de árvore.

Tina Zani

invasão

sigo pensando sem querer sigo.

assuntos ocupam abrem portas delicadamente fechadas

invadem mansos preenchem espaços de paz agitam as ondas lisas do mar.

seguem penetrando

pelas frestas dos olhos

para dentro pelos poros para dentro pela língua para dentro pela narina

inundam alagam

cobrem tudo com cera

parafina.

sufocam paralisam enclausuram.

 

quero fogo para derreter.

 

Tina Zani

eu me rabisco

eu me rabisco, eu me rabisco toda, me risco, me rabisco, eu me desenho. minha mão se move, minha mão me rabisca, eu fico toda rabiscada, eu estou toda rabiscada, minha mão me rabiscou, ela me rabisca o tempo todo. minha mão me rabisca sem que eu possa controlar, ela está livre, ela me rabisca, eu não a controlo, eu não decido, não decido mais nada, ela é quem decide, ela age sozinha, ela me desenha, minha mão me desenha o corpo inteiro, eu estou toda desenhada, minha mão me desenhou. ela faz o que quer, ela age sozinha age sem controle, eu não consigo controlar minha mão, ela é soberana, é livre, ela age por livre e espontânea vontade, eu não a limito mais eu não a controlo, não consigo controlar, ela me rabisca, eu me rabisco, fico toda rabiscada, minha mão me rabiscou, ela me rabiscou sem que eu permitisse, sem que eu pedisse, eu não sei o que fazer, ela faz o que bem quer, ela pensa que pode fazer o que bem quiser e ela faz, eu não tenho querer, eu não a posso limitar, eu perdi o controle, ela me rabisca, estou cheia de riscos, cheia de desenhos, toda desenhada, eu me desenhei inteira, minha mão me desenhou sem me perguntar, ela não me pergunta mais, ela vai na frente, minha mão está muito à frente, ela decide as coisas sozinha, ela decidiu me rabiscar, ela me rabiscou, eu estou rabiscada, estou cheia de desenhos, meu corpo está desenhado, eu não sei se o que minha mão faz é bom ou ruim, é bonito ou feio, eu não posso saber, eu não decido, eu não consigo decidir, eu não entendo o que ela faz, o que ela quer fazer, eu estou absolutamente rabiscada, completamente rabiscada, minha mão me rabiscou, minha mão tem seu próprio querer, ela tem suas vontades, ela decide, ela aprendeu a decidir, minha mão decide tudo sozinha, minha mão está sem controle, está descontrolada, totalmente solta. minha mão não me obedece mais, eu não mando, não consigo mais mandar, ela decide tudo sozinha ela faz o que quer, minha mão age livremente, ela não me dá satisfação, não me pede permissão, minha mão não conversa sobre o assunto ela não troca ideia comigo, ela age sozinha, minha mão age como quer, quando quer, ela me rabisca. ela espalha desenhos sobre meu corpo, minha mão desenhou no dedinho do meu pé, ela não me respeita mais, ela é livre, minha mão gritou independência, ela não quer mais prestar contas, ela não me ouve, não me obedece, ela tem seus próprios pensamentos, suas próprias vontades, ela quer desenhar, ela me rabisca, me rabisca inteira, ela se move como bem entende, eu me rabisco, minha mão me rabisca, eu estou toda rabiscada, diga se o que ela faz é bom é belo, eu não sei, eu não sei de nada, eu não a posso controlar, eu não posso decidir, não consigo, eu não decido, minha mão faz, minha mão faz tudo sozinha, ela se move, ela me rabisca, me rabisca inteira, eu estou totalmente rabiscada, eu me rabisquei, ela fez tudo sozinha, ela me rabiscou, eu sou uma imensa garatuja.

 

Tina Zani