rosa verde amarelo-dourado. põe os óculos tira os óculos coça o cabelo. solta o cabelo prende de novo. aperta os olhos – verdes – com os dedos. camisa verde olho verde da cor da camisa. mãos longas pelos dourados pele rosa-branca nariz comprido. tira os óculos põe os óculos move as mãos. olha por cima dos óculos coça o nariz. unhas dedos cabelos voz rosto. meio na sombra meio na luz. tira os óculos põe na mesa coça a testa segura o cabelo. camisa da cor dos olhos da cor da lousa. pega os óculos solta os óculos pega os óculos coça o nariz toca a bochecha. põe os óculos olha por cima dos óculos tosse. entrelaça os dedos arruma os óculos arruma de novo. tira os óculos põe na mesa arruma o cabelo coça a sobrancelha. coça a testa o lábio a cabeça toca o nariz. coça o cantinho do olho direito. coça a cabeça com a mão esquerda coça com as duas mãos. põe os óculos coça a orelha acaricia o cabelo coça a orelha outra vez. toca o peito com as pontas dos dedos. arruma o cabelo com a mão direita. coça a cabeça com a mão esquerda. balança os pés. mexe nos cabelos toca o nariz olha por cima dos óculos segura o queixo. arruma os óculos com as duas mãos. tira os óculos põe na mesa. bebe água da garrafa. põe os óculos tira. põe os óculos com as duas mãos. mexe nos cabelos com a mão esquerda toca o pescoço e a nuca. põe os óculos toca o cabelo com a mão direita olha por cima dos óculos. toca os botões da camisa verde. aperta o nariz. põe o cabelo para trás da orelha toca a nuca arruma os óculos. tira os óculos passa as mãos nos olhos coça o nariz põe as mãos na nuca – as duas mãos – levanta os cotovelos. segura os cabelos coça o lábio superior segura o queixo toca o peito. solta o cabelo.

solta o cabelo.

solta o cabelo.

não prende o cabelo.

puxa o cabelo para frente por cima do ombro esquerdo.

não prende o cabelo.

não prende!

toca os cílios.

não prende o cabelo!

prende o cabelo de novo.

que pena.

Anúncios

eu me rabisco

eu me rabisco, eu me rabisco toda, me risco, me rabisco, eu me desenho. minha mão se move, minha mão me rabisca, eu fico toda rabiscada, eu estou toda rabiscada, minha mão me rabiscou, ela me rabisca o tempo todo. minha mão me rabisca sem que eu possa controlar, ela está livre, ela me rabisca, eu não a controlo, eu não decido, não decido mais nada, ela é quem decide, ela age sozinha, ela me desenha, minha mão me desenha o corpo inteiro, eu estou toda desenhada, minha mão me desenhou. ela faz o que quer, ela age sozinha age sem controle, eu não consigo controlar minha mão, ela é soberana, é livre, ela age por livre e espontânea vontade, eu não a limito mais eu não a controlo, não consigo controlar, ela me rabisca, eu me rabisco, fico toda rabiscada, minha mão me rabiscou, ela me rabiscou sem que eu permitisse, sem que eu pedisse, eu não sei o que fazer, ela faz o que bem quer, ela pensa que pode fazer o que bem quiser e ela faz, eu não tenho querer, eu não a posso limitar, eu perdi o controle, ela me rabisca, estou cheia de riscos, cheia de desenhos, toda desenhada, eu me desenhei inteira, minha mão me desenhou sem me perguntar, ela não me pergunta mais, ela vai na frente, minha mão está muito à frente, ela decide as coisas sozinha, ela decidiu me rabiscar, ela me rabiscou, eu estou rabiscada, estou cheia de desenhos, meu corpo está desenhado, eu não sei se o que minha mão faz é bom ou ruim, é bonito ou feio, eu não posso saber, eu não decido, eu não consigo decidir, eu não entendo o que ela faz, o que ela quer fazer, eu estou absolutamente rabiscada, completamente rabiscada, minha mão me rabiscou, minha mão tem seu próprio querer, ela tem suas vontades, ela decide, ela aprendeu a decidir, minha mão decide tudo sozinha, minha mão está sem controle, está descontrolada, totalmente solta. minha mão não me obedece mais, eu não mando, não consigo mais mandar, ela decide tudo sozinha ela faz o que quer, minha mão age livremente, ela não me dá satisfação, não me pede permissão, minha mão não conversa sobre o assunto ela não troca ideia comigo, ela age sozinha, minha mão age como quer, quando quer, ela me rabisca. ela espalha desenhos sobre meu corpo, minha mão desenhou no dedinho do meu pé, ela não me respeita mais, ela é livre, minha mão gritou independência, ela não quer mais prestar contas, ela não me ouve, não me obedece, ela tem seus próprios pensamentos, suas próprias vontades, ela quer desenhar, ela me rabisca, me rabisca inteira, ela se move como bem entende, eu me rabisco, minha mão me rabisca, eu estou toda rabiscada, diga se o que ela faz é bom é belo, eu não sei, eu não sei de nada, eu não a posso controlar, eu não posso decidir, não consigo, eu não decido, minha mão faz, minha mão faz tudo sozinha, ela se move, ela me rabisca, me rabisca inteira, eu estou totalmente rabiscada, eu me rabisquei, ela fez tudo sozinha, ela me rabiscou, eu sou uma imensa garatuja.

 

Tina Zani