E Quem Tem Tempo Pra Viver?

Crédito da Foto: Paty Pa Ty
Crédito da Foto: Paty Pa Ty

 

Pare! Pare tudo agora mesmo. 

Pare de correr que nem barata tonta, pra lá e pra cá.

Você não precisa se tornar alguém, nem chegar a lugar algum. Você precisa é ser quem você é e estar exatamente aqui, agora.

Muitos de nós passam a vida correndo atrás do tempo, enquanto outros estão tão ansiosos pelo futuro que se esquecem de viver o presente.

Por que adotar a pressa como estilo de vida? Por que escolher viver em alta velocidade pulando etapas, sempre em busca de resultados imediatos, quando podemos arar a terra, plantar a semente, cuidar e esperar?

Vamos lá ter tempo pra viver e degustar a vida, lentamente, sem correria, sem apressamento. Reduzir a velocidade pra curtir melhor a viagem e com mais prazer.

Amo essa ideia, o desejo de resultados duráveis de longo prazo contrastando com a fragilidade do que é fugaz.

Ao invés de abraçar a cultura materialista, vamos abraçar nossos coleguinhas humanos.

Ao invés de arrancar os cabelos tentando descobrir uma maneira de ter sempre mais e mais e mais, vamos nos ocupar em ser mais e melhor.

Ao invés de viver sempre com pressa e na correria, vamos rever nossos valores e prioridades e simplificar a vida, as atitudes, os pensamentos, a rotina, o olhar, o entendimento, a convivência.

Simplificar pra fazer as coisas com mais qualidade, com atenção aos detalhes, com menos stress. Simplificar pra poder restabelecer valores familiares, fazer mais amigos, ter mais tempo pra viver e ser.

Simplificar pra poder estar sempre no agora – presente e concreto. Expressar os valores essenciais que nos fazem ser humanos e não máquinas programadas pra reagir, competir, adquirir, consumir.  E não sentir.

Pare! Pare tudo agora mesmo. 

Pare, repare e me diga: quanto de você mesmo existe na sua própria vida?

Pense na sua profissão. Foi você que a escolheu? Você ainda gosta desta escolha?

Abra o seu armário. Você se enxerga lá dentro? Aquelas roupas têm mesmo a sua cara? Você realmente usa tudo aquilo?

E os seus amigos? Você os conhece de verdade? Eles são sinceros? São verdadeiros? Foram escolhidos por você?

Dê uma olhada na sua agenda. Você anotou seus compromisso com outras pessoas, mas e os compromissos consigo, estão lá também? Você reservou um tempo pra ficar só e não fazer absolutamente nada? Quaisquer 5 minutinhos?

Quanto do peso que você carrega nos seus ombros é o fardo de outras pessoas?

Simplificar não significa baixar a produtividade. Significa, isso sim, optar pela qualidade.

E o primeiro passo é fazer menos e ter menos. Diminuir a carga pra poder fazer melhor, cuidar com atenção e ter mais tempo pra viver.

Enquanto a sociedade toma uma velocidade louca, vamos flutuar na correnteza do rio da vida e respirar bem devagar. Enquanto o mundo acelera, vamos contar os nossos passos e acompanhar o ritmo dos nossos corpos. Enquanto a humanidade corre desembestada, vamos seguir o compasso das batidas dos nossos corações. Enquanto a maioria toma atalhos desesperados, vamos pegar o caminho mais longo e apreciar a paisagem que passa na janelinha.

Afinal, pra onde vão todos com tanta pressa?

Para o mesmo lugar: o fim.

 

Anúncios